ACESSIBILIDADE

São Manuel

Como chegar: Para ir até São Manuel, saindo de São Paulo, é preciso acessar a SP-280 (Rodovia Castello Branco) até a saída 210, a SP-209 (Rodovia João Hipólito Martins), e a SP-300 (Rodovia Marechal Rondon) até a saída 271.

São Manuel

A tradição dos moradores é responsável pela destacada arte dos tapetes no dia de Corpus Christi – data celebrada anualmente 60 dias depois da Páscoa – estendidos nas ruas de São Manuel, cidade localizada na região central do estado, a 258 km da capital, entre as serras de Botucatu e dos Cordeiros, entrecortada pelo Rio Tietê. Ao lado da fé, esta ação religiosa atrai mais de 40 mil turistas interessados na qualidade e variedade de desenhos estampados em tapetes e passadeiras. Durante a madrugada que antecede o dia da procissão, membros da comunidade decoram as ruas da cidade com belíssimos tapetes, transformando-os em verdadeiras obras de arte.

Vale ressaltar que o Turismo Religioso é dominante neste destino, com uma população estimada pelo IBGE/2020 de 41.123 pessoas, e os pontos turísticos ficam por conta da Igreja Matriz, do Santuário Santa Teresinha e da Igreja de São Benedito, tudo em São Manuel. Já no distrito de Aparecida, de São Manuel, encontra-se a rota denominada "Parada da Fé" que envolve a Festa da Assunção de Nossa Senhora que atrai ao distrito cerca de 50 mil romeiros no dia 15 de agosto. E em outubro acontece outra manifestação de fé na Festa de Nossa Senhora Aparecida, por onde passam mais de cinco mil fiéis em homenagem à Padroeira do Brasil. Pelo Turismo Cultural, vale visitar o Museu Histórico e Pedagógico “Padre Manuel da Nóbrega”, que é  considerado um dos mais ricos do interior de São Paulo, com mais de 4.000 peças catalogadas. A arquitetura do prédio é uma réplica do Parlamento da cidade de Sidney – Austrália.
 

São Manuel, Município de Interesse Turístico – MIT, desde 2019, integra o Polo Regional de Desenvolvimento Turístico, o Pólo Cuesta, um consórcio turístico criado em 2001, para desenvolver o turismo de forma regional e sustentável através da integração e trabalho em conjunto dos municípios. O consórcio é composto pelos municípios de Anhembi, Areiópolis, Avaré, Bofete, Botucatu, Itatinga, Paranapanema, Pardinho, Pratânia e São Manuel. De origem mexicana, a palavra Cuesta é traduzida para o português como degrau.  Trata-se de uma formação de relevo escarpado em um dos lados com um suave declive em outro, constituindo “degrau“, que se eleva sobre o solo até mil metros de altura, formando grandes paredões, cujo topo não é pontiagudo como as serras, mas sim uma vasta área plana.

Destaque: esta cidade está sobre uma das maiores reservas de água do mundo. Todo o território são-manuelense está sobre a segunda maior reserva de água doce do mundo em volume, o Aquífero Guarani. É uma formação geológica subterrânea com muita areia e pouca argila, características que facilitam a absorção das águas das chuvas, confinadas em rochas a centenas de metros de profundidade. Este tipo de reserva natural é uma importante fonte de abastecimento da população, para o desenvolvimento das atividades econômicas e do lazer. No Estado de São Paulo, o Guarani é explorado por mais de mil poços e ocorre numa faixa no sentido sudoeste-nordeste. 

Conta a história que o arraial de São Manuel foi fundado em 1870 e, em 1872 foi construída, nas terras de Manuel Gomes de Faria, uma capela em louvor a São Manuel. A região já era visitada por caravanas de bandeirantes a caminho do Mato Grosso. O povoado, em abril de 1880, por lei imperial, passou à freguesia no município de Botucatu. Em março de 1885 passou à condição de vila e recebeu o nome de São Manuel do Paraíso. Quando emancipado de Botucatu, o município de São Manuel era constituído pelos distritos de Igaraçu do Tietê, Areiópolis, Pratânia e Aparecida. Destes, o mais antigo é o de Aparecida, que ainda permanece como parte do município. Os demais distritos tornaram-se municípios. 
 

Em tempo: os moradores de São Manuel orgulham-se de dois filhos da terra que já se foram: Tonico & Tinoco, dupla caipira considerada a mais importante da história da música brasileira e a de maior referência, ambos entraram na lista dos "maiores músicos recordistas de vendas da história mundial". Em 64 anos de carreira, Tonico e Tinoco realizaram quase 1000 gravações, divididas em 83 discos. Eles venderam mais de 50 milhões de exemplares.

Mais informações: www.saomanuel.sp.gov.br

Fonte: www.turismo.sp.gov.br