ACESSIBILIDADE

Igaratá

Como chegar: Para ir até Igaratá, saindo de São Paulo, é preciso acessar a BR-116 (Rodovia Presidente Dutra) até a saída 170 e a SP-065 (Rodovia Dom Pedro I).

Igaratá

Localizado no Vale do Paraíba a 90 km da Capital, o município de Igaratá tem uma história diferenciada, desde 1954 quando se tornou emancipado administrativa e politicamente. No início dos anos 60, surgiu o projeto de construção de uma represa que produzisse energia para satisfazer as necessidades de desenvolvimento do Vale. Por sua condição de ribeirinha do Rio Jaguari, decidiu-se sacrificar o município. E assim a “Nova Igaratá” nasceu, oficialmente, em cinco de dezembro de 1969, a três quilômetros da “Igaratá velha”. Todos os moradores da velha foram transferidos para a nova cidade que é conhecida como Cidade das Águas.

Com uma população de 9.583  pessoas, de acordo com estimativa do IBGE/2020, é MIT - Município de Interesse Turístico desde 2018, e dispõe de inúmeros atrativos que, durante os finais de semana, atraem até 27 mil turistas com foco no Turismo Náutico, no Ecológico e de Aventura. Além da bela paisagem rural, passeios de jipe e pesqueiros, Igaratá também oferece opções de trilhas simples, trilhas trekking e também trilhas de mountain bike, além da trilha do Morro Azul, que possibilita ao visitante uma visão panorâmica das cidades vizinhas e da Serra da Mantiqueira. O acesso é feito pela Estrada do Rio do Peixe.

O destaque fica com a Prainha, uma área de lazer com acesso à Represa do Jaguari de Igaratá, que fica a 500 metros do centro da cidade e moradores e turistas utilizam o local para pleno lazer. Para se ter idéia da dimensão, a Represa do Jaguari possui mais de 200km² de extensão e própria para pesca submarina, passeios de barco, esportes náuticos, banhos e pesca. Vale ressaltar que possui vários tipos de peixes como Tilápias, Tucunarés, Corimbatás, Lambaris e Traíras. E a fauna primitiva é composta por bugios (macacos), seriemas, tatus, preguiças, ouriços, gatos-do-mato, entre outros.

Também presente o Turismo Religioso, a exemplo da Igreja Matriz Nossa Senhora do Patrocínio que está localizada no ponto mais alto de Igaratá. Sua construção chama atenção pelos traços modernistas e sempre no dia dois de novembro é realizada grande festa para homenagear a padroeira da cidade, com atrações para todos, com programação religiosa, leilões, shows e barracas de gastronomia diversa.

O nome “Igaratá” vem do Tupi – “Igara” significa barco/barca, canoa indígena. O significado mais conhecido é “canoa alta”, porém há registros do significado ser “canoa grande”, ou "canoa forte ou resistente".

Mais informações: www.igarata.sp.gov.br

Fonte: www.turismo.sp.gov.br